22
Sex
Jul

AMAZONAS GREEN JAZZ FESTIVAL 2022 - RITOS DE PASSAGEM e EDSEL GOMEZ

20:00
Teatro Amazonas
Manaus - AM

PLATEIA

PLATEIA (Inteira)

R$ 100,00

R$ 12,00

R$ 0,00

PLATEIA (Meia)

R$ 50,00

R$ 6,00

R$ 0,00

FRISAS

FRISAS (Inteira)

R$ 100,00

R$ 12,00

R$ 0,00

FRISAS (Meia)

R$ 50,00

R$ 6,00

R$ 0,00

CAMAROTE 1º PAVIMENTO

CAMAROTE 1º PAVIMENTO (Inteira)

R$ 80,00

R$ 9,60

R$ 0,00

CAMAROTE 1º PAVIMENTO (Meia)

R$ 40,00

R$ 4,80

R$ 0,00

CAMAROTE 2º PAVIMENTO

CAMAROTE 2º PAVIMENTO (Inteira)

R$ 60,00

R$ 7,20

R$ 0,00

CAMAROTE 2º PAVIMENTO (Meia)

R$ 30,00

R$ 3,60

R$ 0,00

CAMAROTE 3º PAVIMENTO

CAMAROTE 3º PAVIMENTO (Inteira)

R$ 30,00

R$ 3,60

R$ 0,00

CAMAROTE 3º PAVIMENTO (Meia)

R$ 15,00

R$ 1,80

R$ 0,00

Você pode doar R$ 1,00 do seu pedido e colaborar com a Fundação Fenômenos. Saiba mais
R$ 1,00

TOTAL R$ 0,00

"RITOS DE PASSAGEM" E "EDSEL GOMEZ TRIUMVIRATE"

Classificação Indicativa: LIVRE
Duração: 2h30min

Composição de Ed Sarath escrita para os saxofonistas Michael Brecker e David Liebman, Rites of Passage estreou no FESTIVAL AMAZONAS JAZZ em 2008, numa apresentação conjunta da AMAZONAS BAND e do CORPO DE DANÇA DO AMAZONAS com coreografia baseada num ritual Tikuna. Retorna em 2022 ao AMAZONAS GREEN JAZZ FESTIVAL celebrando a sustentabilidade cultural do AMAZONAS.
Coreografia de Rui Moreira.
Além de compositor e instrumentista, ED SARATH foi o fundador do departamento de jazz e improvisação contemporânea da Universidade de Michigan, com extensa atuação pedagógica e livros publicados sobre o papel da improvisação na pedagogia musical, tema da palestra que oferecerá na grade acadêmica do AMAZONAS GREEN JAZZ FESTIVAL. Possui obras escritas para grupos sinfônicos e corais associados ao jazz e à improvisação livre. Preside a International Society for Improvised Music, que reúne músicos do mundo todo.

EDSEL GOMEZ
Nascido em Porto Rico, Edsel morou por mais de uma década no Brasil. Antes, havia residido em Boston, MA, EUA, onde estudou na prestigiosa Berklee School of Music. De volta a Nova Iorque, após a sua longa temporada no Brasil, teve seu nome nomeado para o Grammy pelos trabalhos realizados com a cantora de jazz Dee Dee Bridgewater, de quem foi o diretor artístico por muitos anos. Também trabalhou com alguns dos mais proeminentes nomes do jazz latino, como Eddie Palmieri e o trompetista Brian Lynch. Triumvirate é um grupo de latin jazz e o seu baterista Robby Ameen é autor de um texto clássico sobre a rítmica afro-cubana aplicada à bateria: Funkyfiing the clave. Por esse motivo, além do espetáculo, o trio também apresentará um workshop na grade acadêmica do evento, no qual a plateia será convidada a participar.

VEJA OUTRAS SESSÕES DO FESTIVAL


Recomendado o uso de máscara em locais fechados e, em qualquer ambiente por pessoas de 70 anos ou mais e apresentação do comprovante de Vacina do COVID -19 conforme Decreto nº 45.288.