26
Sex
Mai
a
28
Dom
Mai

O GRANDE SUCESSO

21:00
Teatro Ulysses Guimarães - UNIP
Brasília - DF


VENDAS ONLINE ENCERRADAS, FAVOR DIRIGIR-SE AOS PDVS CREDENCIADOS.

"“O GRANDE SUCESSO”
Com
Alexandre Nero, Carol Panesi, Edith de Camargo, Fernanda Fuchs,
Fabio Cardoso, Eliezer Vander Brock, Marco Bravo, Rafael Camargo

Dias 26, 27 e 28 de maio no Teatro UNIP em Brasília

Alexandre Nero retorna aos palcos patrocinado pela Vivo, com o espetáculo O Grande Sucesso em temporada 2017 Vivo EnCena . A peça conta a história de um grupo de artistas secundários que esperam na coxia sua vez de entrar em cena. Com trilha musical original cantada e tocada ao vivo, o elenco discorre de maneira filosófica e muito bem humorada sobre sucesso e fracasso. O espetáculo, que segue em turnê pelo Brasil, terá três apresentações em Brasília, dias 26, 27 e 28 de maio - sexta e sábado às 21 horas e domingo, às 19 horas, no Teatro Unip.

Muito antes de representar o Comendador na novela Império, ou Romero Rômulo em A Regra do Jogo, Nero já acumulava um trabalho consistente como músico, compositor e ator. Natural de Curitiba, Paraná, foi em sua cidade natal que o ator deu início a carreira artística nas bandas Grupo Fato, Banda Maquinaína e Denorex 80. Depois de participar de algumas produções teatrais, foi no espetáculo Os Leões, dirigido por Nadja Naira (designer de luz neste projeto) que ele despertou atenção nacional.

Em "O GRANDE SUCESSO", Nero resgata estas relações. Compondo a trupe, Carmem Jorge (preparadora corporal e coreógrafa), os atores e músicos Rafael Camargo, Eliezer Vander Brock, Fernanda Fuchs, Fabio Cardoso, Edith de Camargo e o diretor musical Gilson Fukushima são de Curitiba. “A peça flerta com o humor irônico, sarcástico e melancólico. Um humor bastante curitibano”, afirma Nero, que divide o palco com amigos dá época do início da carreira. Integram também o elenco a musicista paulista Carol Panesi e o ator carioca Marco Bravo.


A peça traz algumas pinceladas da biografia de Nero, que explica que o projeto é uma aventura criativa escrita por muitas mãos: “Esse espetáculo é de todos nós, e ele só existe porque nós todos o fizemos. A esses todos agradeço pela entrega e dedicação, e por corroborar com o que eu sempre acreditei: Sucesso é alcançar seu propósito rodeado por pessoas amáveis, comprometidas, talentosas e cientes de suas falibilidades.”, conta.

O público, acompanha os bastidores de um espetáculo que está acontecendo há três horas. Na coxia, o elenco discute sobre o sucesso e o fracasso da obra apresentada, do ator protagonista Patrick Emanuel e levantam uma série de questões filosóficas, hipotéticas e metafísicas que vão muito além do universo teatral. Entre uma coisa e outra, cantam e dançam.

O sucesso é o tema central da peça, mas não se engane: Tudo é levado de forma subjetiva, nada óbvia. "Definição de sucesso e fracasso é particular e intransponível. Sim, é particular saber se acertamos ou erramos, se vencemos ou não. Quando batemos nesses raros encontros de explosão nos sentimos fortes, elétricos, vivos, apaixonados, e é assim que me sinto com "O GRANDE SUCESSO". Que alegria chegar a Brasília com esse espetáculo e num palco poder somá-lo orgulhosamente à minha história. É aquele espetáculo que eu gostaria que o mundo todo pudesse assistir (e acredite, não é em todo trabalho que penso assim)", sinaliza o ator.

Aclamado por público e crítica, o espetáculo conquistou o 29º Prêmio Shell São Paulo, nas categorias figurino ( Karen Brusttolin) e autor ( Diego Fortes) e foi eleito o melhor musical do ano de 2016 no Guia da Folha , junto com “Wicked”. Além de compor o ranking das cinco melhores peças em cartaz pela Veja SP, foi indicado em diversas categorias a outros prêmios como APCA, Arte Qualidade Brasil e Aplauso. Após apresentações em Paulínia, Curitiba, Florianópolis, Vitória, São José dos Campos , Belo Horizonte Rio de Janeiro , João Pessoa e Porto Alegre, "O GRANDE SUCESSO" chega finalmente a Brasília.



Vivo EnCena

“Ficamos muito contentes em apoiar este espetáculo que é sucesso de público e crítica por onde passa. A Vivo é a única empresa privada a manter ininterruptamente o apoio ao teatro brasileiro porque acredita e incentiva projetos que promovem o desenvolvimento sustentável, com benefícios econômicos, sociais e culturais” , revela a diretora de Sustentabilidade da Vivo, Joanes Ribas. O Vivo EnCena integra a plataforma Vivo Transforma, criada pela empresa para promover a democratização do acesso à cultura e o envolvimento das comunidades em iniciativas pautadas na transformação social, revelação de novos talentos e valorização da cultura nacional. Ao longo de seus 12 anos de existência, o Vivo EnCena já beneficiou mais de 1 milhão de espectadores em mais de 3 mil sessões de teatro.



Vendas nas Lojas da Bilheteria Digital sujeitas à cobrança de taxas de juros e serviços.