12
Sáb
Ago

COMPANHIA DE DANÇA – DEBORAH COLKER “O CÃO SEM PLUMAS

21:00
CENTRO DE CONVENÇÕES ULYSSES GUIMARÃES
Brasília - DF

POLTRONA SUPERIOR

POLTRONA SUPERIOR (Meia) Unissex

R$ 50,00

R$ 7,50

R$ 0,00

POLTRONA SUPERIOR (Inteira) Unissex

R$ 100,00

R$ 15,00

R$ 0,00

POLTRONA SUPERIOR - FILEIRA A (Meia) Unissex

R$ 50,00

R$ 7,50

R$ 0,00

CADEIRA COM VISÃO PARCIAL

POLTRONA SUPERIOR - FILEIRA A (Inteira) Unissex

R$ 100,00

R$ 15,00

R$ 0,00

CADEIRA COM VISÃO PARCIAL
POLTRONA ESPECIAL B

POLTRONA ESPECIAL B (Meia) Unissex

R$ 80,00

R$ 12,00

R$ 0,00

POLTRONA ESPECIAL B (Inteira) Unissex

R$ 160,00

R$ 24,00

R$ 0,00

POLTRONA ESPECIAL A

POLTRONA ESPECIAL A (Meia) Unissex

R$ 100,00

R$ 15,00

R$ 0,00

POLTRONA ESPECIAL A (Inteira) Unissex

R$ 200,00

R$ 30,00

R$ 0,00

POLTRONA VIP

POLTRONA VIP (Meia) Unissex

R$ 150,00

R$ 22,50

R$ 0,00

POLTRONA VIP (Inteira) Unissex

R$ 300,00

R$ 45,00

R$ 0,00

CADEIRANTE - POLTRONA ESPECIAL

CADEIRANTE - POLTRONA ESPECIAL (Meia) Unissex

R$ 80,00

R$ 12,00

R$ 0,00

CADEIRANTE - POLTRONA VIP

CADEIRANTE - POLTRONA VIP (Meia) Unissex

R$ 150,00

R$ 22,50

R$ 0,00

TOTAL R$ 0,00
DEBORAH COLKER – ”O CÃO SEM PLUMAS”
MUNDIALMENTE RECONHECIDA, COMPANHIA DE DANÇA CHEGA A BRASILIA.
Onze espetáculos na bagagem, a abertura das olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro e obras para o Cirque Du Soleil, a Cia de Dança Deborah Colker percorreu quatro continentes, agora chega ao palco do Centro de Convenções Ulysses Guimarães.
Apresentando-se em alguns dos palcos mais importantes do mundo, como John F. Kennedy Center (Washington, EUA), Joyce Theatre e New York City Center (Nova Iorque, EUA), Harbour Centre (Toronto, Canadá), Barbican Centre (Londres, Inglaterra), Birmingham Hippodrome (Birmingham, Inglaterra), The Play House e Festival Theatre (Edimburgo, Escócia), Maison de La Dance (Lyon, França), Centro Cultural de Belém (Lisboa, Portugal), Admiral Spalatz (Berlim, Alemanha), Stopera uziektheater (Amsterdam, Holanda), Esplanade Theatre (Singapura, Singapura), Hong Kong Cultural Grand Theatre (Hong Kong, China), Macau Cultural Centre (Macau, China), Kanagawa Arts Centre (Tóquio, Japão), Tel Aviv Opera House (Tel Aviv, Israel), Royal Opera House Muscat (Mascate, Omã), Westpactrust St James Theatre (Wellington, Nova Zelândia), Teatro Nacional Cervantes e Opera Allianz (Buenos Aires, Argentina), entre tantos outros.
Bailarinos cobertos de lama num espetáculo que trata da miséria e da destruição da natureza. É o que se verá em O Cão sem Plumas, o novo trabalho de Deborah Colker, com estréia internacional marcada para maio de 2017. E é novo de fato: a coreógrafa jamais fizera nada sequer semelhante nos 23 anos de sua companhia – que conta, desde 1995, com o patrocínio da Petrobras. O poema homônimo, publicado em 1950 e um dos mais importantes da obra de João Cabral de Melo Neto (1920-1999), leva Deborah e seu grupo ao meio da pobreza e da riqueza do Estado de Pernambuco, no Nordeste brasileiro.
Um ambiente bem distante da Rússia de Tatyana (2011) e da França de Belle (2014), os últimos balés da companhia. E com uma linguagem que não faz lembrar os trabalhos da coreógrafa que tiveram maior repercussão internacional: O Ovo, realizado em 2009 para o Cirque du Soleil; e a abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. Na criação de O Cão sem Plumas, Deborah tem um parceiro: o cineasta pernambucano Cláudio Assis, diretor de filmes marcantes como Amarelo Manga, Febre do Rato e Big Jato. Imagens captadas por ele serão projetadas durante o espetáculo – não como pano de fundo, mas como parte fundamental da narrativa.
Outros artistas de Pernambuco têm presença decisiva no projeto, como os músicos Jorge dü Peixe, do grupo Nação Zumbi, e Lirinha. Eles são responsáveis pela trilha sonora – ao lado de Berna Ceppas, habitual parceiro da coreógrafa – e interpretam trechos do poema. “O espetáculo é pernambucano, mas não é regionalista”, ressalta Deborah, que tem como influências Josué de Castro, autor de “Geografia da Fome” e “Homens e Caranguejos”, e o cantor e compositor Chico Science (1966-1997), criador do movimento mangue beat e que pregava a mistura do local com o universal.
No balé, aparecem personagens que são fundamentais para este trabalho de Deborah: os homens-caranguejo, pessoas que vivem e trabalham em torno do mangue no Estado de Pernambuco. “Essas pessoas são guerreiras, fortes, resistem. O mangue é a comida delas. A lama é a casa delas. Vejo quase como samurais”, diz a coreógrafa, que concebeu, para a montagem, figuras que evocam guerreiros, como se as patas dos caranguejos fossem espadas. “O poema é o encontro da exuberância com a tragédia, da riqueza com a miséria.”
OS ESPETÁCULOS

BELLE (2014)
TATYANA (2011)
CRUEL (2008)
DÍNAMO (2006)
NÓ (2005)
4 POR 4 (2002)
CASA (1999)
ROTA (1997)
MIX (1996)
VELOX (1995)
VULCÃO (1994)


PRÊMIOS

JORNAL O GLOBO
Os melhores de 1995 na dança – VELOX

JORNAL DO BRASIL
Os melhores de 1995 na dança – VELOX

JORNAL O GLOBO
Melhor espetáculo de dança de 1997 – ROTA

PRÊMIO MINISTÉRIO DA CULTURA
Troféu Mambembe de 1997 – ROTA

JORNAL DO BRASIL
Melhores espetáculos de dança 1999 – CASA

PRÊMIO RIO DANÇA 1999
Melhor figurino, cenografia e iluminação – CASA

LAURENCE OLIVIER AWARDS 2001 (Grã-Bretanha)
Coreografia do espetáculo – MIX
Honraria jamais concedida a um artista ou grupo brasileiro.

Serviços:
COMPANHIA DE DANÇA – DEBORAH COLKER “O CÃO SEM PLUMAS”
DATA: 12 de Agosto (sábado)
LOCAL: Centro de Convenções Ulysses Guimarães – Eixo Monumental
HORÁRIO: 21h
ACESSO AO LOCAL - A partir das 20h
VALORES DE INGRESSOS: sujeitos a alteração sem aviso prévio.
SUPERIOR - R$ 50,00 (meia)
ESPECIAL B- R$ 80,00 (meia)
ESPECIAL A - R$ 100,00 (meia)
VIP - R$ 150,00 (meia)
FORMAS DE PAGAMENTO: Dinheiro, débito, crédito, parcelado em até 3x e em 12x somente nas compras online
*Meia-entrada: Estudantes, professores, idosos, deficientes físicos.
*Assinantes do Correio Brasiliense: Desc. de 50% na compra de até 4 ingressos *inteiros, mediante apresentação do cartão (clube do assinante), somente na central de ingressos do Brasília Shopping.
*Desc. de 50% para clientes do cartão Petrobras e para força de trabalho da patrocinadora (próprios ou terceirizados), mediante apresentação do cartão ou crachá funcional, na compra de até 02 (dois) ingressos, somente na central de ingressos do Brasília Shopping.

PONTOS DE VENDAS – em até 3x nos cartões
De segunda a sábado das 10h às 22h, domingos e feriados 14h às 20h
• Liberty Mall – Térreo
Sem taxa de serviço


Brasília Shopping: Central de Ingressos – G2
• Pátio Brasil – 3º piso
• Alameda Shopping – Subsolo
• Boulevard Shopping
Sujeito a taxa de serviços

• VENDAS ONLINE: www.bilheteriadifgital.com – em até 12x no cartão

Informações: 98409-0198 / 98282-7765
L Classificação livre